2837, 2837, oncoclinica_recife, oncoclinica_recife-1.svg, 4727, https://www.grupooncoclinicas.com/oncoclinica-recife/wp-content/uploads/sites/16/2017/11/oncoclinica_recife-1.svg, https://www.grupooncoclinicas.com/oncoclinica-recife/oncoclinica_recife-2/, , 1, , , oncoclinica_recife-2, inherit, 0, 2017-11-28 19:15:33, 2017-11-28 19:15:33, 0, image/svg+xml, image, svg+xml, https://www.grupooncoclinicas.com/oncoclinica-recife/wp-includes/images/media/default.png, 0, 0, Array
Você está em:

Pólipos intestinais podem evoluir para câncer

A cor azul-marinho marca a luta contra o câncer colorretal no mês de março

O câncer colorretal, popularmente conhecido como câncer de intestino, ocorre na região do intestino grosso: cólon, reto e ânus. Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), em homens o câncer colorretal foi o terceiro mais frequente, sendo o segundo entre mulheres no ano de 2018. O aparecimento de pólipos no interior do intestino é capaz de progredir para um câncer intestinal. Os pólipos intestinais (pequenas verrugas) são lesões benignas, porém, grande parte dos pólipos intestinais pode exercer caráter maligno.

As causas do câncer intestinal estão ligadas à genética e ao estilo de vida dos pacientes. Uma dieta rica em fibras e pobre em consumo de gorduras (como carne vermelha) pode ajudar na prevenção. Realizar exercícios físicos também contribui para o melhor funcionamento aparelho digestivo.

Os sintomas são: sangue nas fezes (hematoquesia), presença de muco nas fezes e alteração na frequência de ir ao banheiro. Em casos mais avançados, o intestino sofre obstrução e existe a possibilidade de apresentar dificuldade na passagem das fezes, nesses casos, os pacientes relatam a existência da dor.

O diagnóstico pode ser realizado através uma colonoscopia que, por meio de uma câmera introduzida pelo ânus, vai visualizar todo o intestino e acusar o aparecimento dos pólipos. Para 2019, de acordo com o INCA, estimam-se mais de 17 mil casos novos de câncer colorretal no sexo masculino e quase 19 mil no feminino.

GRUPO ONCOCLíNICAS. SUA ViDA, NOSSA VIDA.

Responsáveis técnicos:
Dr. Eduardo Inojosa da Costa Lima | CRM-PE: 19875
Dr. Bruno Lemos Ferrari | CRM-MG: 26609