Grupo Oncoclínicas

Você está em:

Metanálise MACH-NC avaliou estudos ao longo de 36 anos e apontou benefício da radioterapia hiperfracionada com quimioterapia concomitante

Metanálise MACH-NC avaliou estudos ao longo de 36 anos e apontou benefício da radioterapia hiperfracionada com quimioterapia concomitante

O MACH-NC é uma metanálise que avaliou o resultado de 115 ensaios clínicos randomizados e controlados. Seu principal objetivo foi identificar os ganhos relativos entre diferentes terapias de combate ao câncer de cabeça e pescoço localmente avançado, comparando a radioterapia com fracionamento convencional à radioterapia hiperfracionada e quimioterapia concomitante. Ao todo, foram reunidos dados de 28.978 pacientes.

“A grandiosidade do estudo, com a análise de dados de um número expressivo de pacientes, é um fator complicador ou uma de suas limitações, porque ao longo dos 36 anos houve muita evolução nos tratamentos oncológicos e também uma mudança no perfil epidemiológico dos pacientes com câncer de cabeça e pescoço”, explica Diego Chaves Rezende Morais, radio-oncologista da Oncoclínicas Recife.

Para o oncologista clínico Gustavo C. Baumgratz Lopes, que atua no Grupo Oncoclínicas BH, o grande desafio estatístico é validar a homogeneidade entre os estudos que estão sendo comparados. “O estudo MACH-NC utilizou uma metodologia chamada metanálise frequentista, que se baseia na avaliação dos dados individuais de pacientes (28.978), com a vantagem de mostrar resultados agregados consistentes de sobrevida global, além de possibilitar a comparação de tendência de quais grupos de tipos de tratamentos se saíram melhor”, diz ele, acrescentando que “os resultados só podem ser utilizados como uma tendência e devem ser confirmados em estudos randomizados para modificar a prática clínica”.

Acesse o nosso site e leia o artigo completo com todos os detalhes desse estudo.

GRUPO ONCOCLíNICAS. SUA ViDA, NOSSA VIDA.

Responsável técnico: Dr. Bruno Lemos Ferrari | CRM-MG 26609