Você está em:

Estudos LACOG 0415 e JAVELIN Bladder 100 foram destaques na ASCO 2020 na área geniturinária

Estudos LACOG 0415 e JAVELIN Bladder 100 foram destaques na ASCO 2020 na área geniturinária

Na presente edição do OC Journal, com foco no câncer geniturinário, selecionamos dois trabalhos apresentados no congresso da ASCO, que ocorreu em junho último, em um formato excepcionalmente virtual.

O LACOG 0415 foi o primeiro estudo randomizado a avaliar diferentes estratégias terapêuticas com os novos agentes inibidores da síntese de androgênio (abiraterona/prednisona [AAP] e apalutamida [APA]) em combinação, com ou sem a TPA, no câncer de próstata metastático hormônio-sensível. Mariane Sousa Fontes Dias, oncologista clínica especializada em tumores geniturinários da Oncoclínica Botafogo (Rio de Janeiro), clínica do Grupo Oncoclínicas, destaca que os braços com AAP+ADT e AAP+APA atingiram o desfecho primário (75,6% e 79,5%). Já o braço com APA em monoterapia (60%) não obteve o valor de corte predeterminado.

O estudo JAVELIN Bladder 100 avaliou o papel da imunoterapia de manutenção com avelumabe (anti-PDL-1) nos pacientes previamente tratados com quimioterapia baseada em platina (cisplatina ou carboplatina em combinação a gencitabina) e que tiveram a doença pelo menos controlada com essa estratégia inicial. A sobrevida global na população com intenção de tratar alcançou o desfecho proposto, com ganho de sete meses favorecendo o braço experimental (21,4 versus 14,3 meses). O oncologista clínico do Instituto de Hematologia e Oncologia Curitiba, unidade do Grupo Oncoclínicas, Elge Werneck, explica que essa vantagem é ainda mais atrativa na população PD-L1+, no qual foi atingido o benefício estatístico e houve uma redução no risco de morte de 44%.

GRUPO ONCOCLíNICAS. SUA ViDA, NOSSA VIDA.

Responsável técnico: Dr. Bruno Lemos Ferrari | CRM-MG 26609