Grupo Oncoclínicas

Você está em:

Estudo RELATIVITY 047 mostrou benefício estatisticamente relevante com uso de relatlimabe + nivolumabe quando comparado com a monoterapia com nivolumabe

Estudo RELATIVITY 047 mostrou benefício estatisticamente relevante com uso de relatlimabe + nivolumabe quando comparado com a monoterapia com nivolumabe

O RELATIVITY 047 é o primeiro estudo randomizado de fase III a validar a inibição do checkpoint imunológico LAG-3 como uma estratégia terapêutica para pacientes com melanoma avançado. Os resultados demonstraram benefício de sobrevida livre de progressão (SLP) da combinação de nivolumabe e relatlimabe no tratamento de primeira linha do melanoma avançado.

O prognóstico desse tipo de câncer, conforme explica a oncologista Natália Ferreira Vaz, do Grupo Oncoclínicas em Belo Horizonte, pode ser considerado bom se detectado em sua fase inicial: “A doença é classificada como localizada quando não existe sinal de disseminação da doença, com taxas de sobrevida em cinco anos de 99%; é uma doença regional quando o tumor se disseminou para estruturas próximas ou linfonodos, com taxas de sobrevida em cinco anos de 65%, e considerada doença à distância quando o tumor se disseminou para outros órgãos, com taxa de sobrevida em cinco anos de 25%”.

Segundo a oncologista, apesar da incidência maior de eventos adversos de graus 3 e 4 no grupo da combinação, o estudo mostrou um perfil de tolerância aparentemente favorável para esse braço, com taxa de descontinuação menor que 15%. Importante lembrar que o nivolumabe é uma medicação já disponível no Brasil, já o relatlimabe ainda não.

Acesse o nosso site e leia o artigo completo com todos os detalhes desse estudo.

GRUPO ONCOCLíNICAS. SUA ViDA, NOSSA VIDA.

Responsável técnico: Dr. Bruno Lemos Ferrari | CRM-MG 26609