Você está em:

Individualização do tratamento amplia o bem-estar do paciente e torna mais efetivo o combate à doença

Mais de 40 mil médicos e profissionais da área oncológica estão reunidos no Encontro Anual do ASCO, em Chicago, para debater as principais inovações no tratamento do câncer. Neste ano, o congresso está apresentando uma série de estudos, pesquisas inéditas e debates para que especialistas de diferentes países possam aplicar os avanços científicos e tecnológicos recentes no tratamento dos pacientes.

 

De acordo com o Dr. Carlos Augusto Andrade, do Grupo Oncoclínicas no Rio de Janeiro, o grande avanço da oncologia que está sendo reforçado no evento está em moldar o tratamento para cada paciente. “Ao individualizar as práticas terapêuticas é possível diminuir os efeitos colaterais a partir do uso de novos remédios que objetivam atacar a doença, sem comprometer o bem-estar do paciente”, explica o oncologista.

 

De acordo com ele, outro tema de destaque do encontro é a imunoterapia. Nesse tipo de tratamento, o objetivo é fazer com que as células do sistema imune identifiquem as células tumorais, reconhecendo-as como elementos estranhos e acabem por destruí-las. “Atualmente a imunoterapia é efetiva em várias doenças, como melanoma, cânceres de pulmão, rim, bexiga e tumor de mama no subtipo especial”, comenta o Dr. Carlos.

 

Confira no vídeo abaixo mais detalhes sobre os avanços no tratamento do câncer em debate no ASCO 2019.

 

 

Para saber mais novidades do ASCO 2019, acompanhe a cobertura completa pelo nosso site e nas redes sociais do Grupo Oncoclínicas. De maneira simples e descomplicada, os nosso médicos levam até você tudo que de principal está sendo debatido no maior encontro de oncologia do mundo

GRUPO ONCOCLíNICAS. SUA ViDA, NOSSA VIDA.

Responsável técnico: Dr. Bruno Lemos Ferrari | CRM-MG: 26609