2832, 2832, multihemo, multihemo.svg, 16083, https://www.grupooncoclinicas.com/multihemo/wp-content/uploads/sites/15/2017/11/multihemo.svg, https://www.grupooncoclinicas.com/multihemo/multihemo/, , 1, , , multihemo, inherit, 0, 2017-11-28 18:27:18, 2017-11-28 18:27:18, 0, image/svg+xml, image, svg+xml, http://www.grupooncoclinicas.com/multihemo/wp-includes/images/media/default.png, 0, 0, Array
Você está em:

Ministério da Saúde alerta responsáveis e profissionais de saúde para o câncer em crianças

Os sintomas do câncer infantil muitas vezes são parecidos com os de doenças comuns entre as crianças. Por isso, consultar frequentemente o pediatra é importante. São esses profissionais que podem identificar os primeiros sinais de câncer e encaminhar a criança para investigação diagnóstica e tratamento especializado.

O Ministério da Saúde lançou um alerta recentemente lembrando que crianças não costumam inventar sintomas: pais e/ou responsáveis devem estar alertas às queixas dos pequenos e, ao sinal de alguma anormalidade, levá-los para avaliação de um profissional de saúde.

Alguns sintomas são: palidez, manchas roxas, dor na perna, caroços e inchaços indolores, perda de peso inexplicável, aumento da barriga, dor de cabeça e sonolência.

Pais e profissionais de saúde precisam ficar atentos, observar e não perder tempo. No Brasil, o INCA estimou 12.500 novos casos de câncer infantil, e 2.704 mortes. Em todo o mundo, segundo a Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (Iarc, na sigla em inglês), estima-se que, todos os anos, 215 mil casos são diagnosticados em menores de 15 anos, e cerca de 85 mil em adolescentes entre 15 e 19 anos.

GRUPO ONCOCLíNICAS. SUA ViDA, NOSSA VIDA.

Responsáveis técnicos:
Dr. Bruno Pacheco Pereira | CRM-PE: 15205
Dr. Bruno Lemos Ferrari | CRM-MG: 26609