Você está em:

Glossário

INIBIDORES DA AROMATASE

Na pós-menopausa, os ovários deixam de produzir os estrógenos (hormônios sexuais femininos), cuja principal fonte passa a ser a conversão de outros hormônios em estrógenos, através de um processo chamado de aromatização. Esse processo, que ocorre nos músculos, fígado, tecido gorduroso e glândulas adrenais, depende de uma enzima chamada aromatase.
Nos casos de câncer de mama em que há expressão de receptores hormonais, o crescimento tumoral pode ser estimulado pelos estrógenos. Assim, uma forma de tratar a doença é bloquear a produção do estrógeno. Em pacientes na pós-menopausa, a forma mais eficaz de reduzir a produção de estrógenos é a inibição da enzima aromatase.
Assim, os inibidores da aromatase são medicamentos utilizados na hormonioterapia para o câncer de mama com expressão de receptores hormonais, em mulheres no período pós-menopausa.

GRUPO ONCOCLíNICAS. SUA ViDA, NOSSA VIDA.

Responsável técnico: Dr. Bruno Lemos Ferrari | CRM-MG: 26609