689, 689, cpo, cpo.svg, 7480, http://www.grupooncoclinicas.com/cpo-sp/wp-content/uploads/sites/3/2017/09/cpo.svg, http://www.grupooncoclinicas.com/cpo-sp/cpo/, , 1, , , cpo, inherit, 0, 2017-09-15 13:17:00, 2017-09-15 13:17:00, 0, image/svg+xml, image, svg+xml, http://www.grupooncoclinicas.com/cpo-sp/wp-includes/images/media/default.png, 0, 0, Array

Tumores anais são aqueles que ocorrem no canal e bordas externas do ânus. Diferentemente do câncer colorretal, o câncer do canal anal é raro, correspondendo a apenas de 2% a 4% de todos os tipos de câncer que acometem o intestino grosso. Esses tumores podem ser de diferentes tipos, mas o carcinoma epidermoide é mais frequente, ocorrendo em cerca de 85% dos casos.

Sintomas

É importante ressaltar que outras doenças da região anal podem apresentar sintomas comuns ao câncer de ânus. São eles:

  • Coceira, dor ou ardor no ânus
  • Sangramento nas evacuações
  • Secreções incomuns no ânus
  • Presença de feridas ou nódulos na região perianal
  • Alteração no hábito intestinal
  • Incontinência fecal, impossibilidade para controlar a saída das fezes
  • Afilamento das fezes

Fatores de risco

  • Ter mais de 50 anos
  • Infecção pelo HPV – papilomavírus humano
  • Tabagismo
  • Presença de inflamações crônicas da região anal, secundárias a doenças como fístula anal, hemorroidas e doença inflamatória intestinal

Detecção

O diagnóstico do  tumor anorretal é realizado através de biópsia de uma amostra do tecido do canal anal. Exames adicionais, como a tomografia computadorizada ou a ressonância magnética de pelve, podem ser realizados para avaliar a extensão da doença.

Tratamento

A escolha do tratamento do câncer retal depende da extensão da doença. O mais comum é a combinação de quimioterapia e radioterapia. Nesse tratamento pode ser necessária a realização de novas biópsias para confirmar o desaparecimento do tumor.

Em alguns casos a ressecção local do tumor permite a remoção da região afetada preservando o músculo que controla a continência fecal.

Para os pacientes que apresentam metástases, normalmente o tratamento escolhido é a quimioterapia.

Prevenção e hábitos saudáveis

  • Ter uma dieta balanceada, rica em frutas e verduras
  • Usar camisinhas nas relações sexuais
  • Moderar a ingestão de bebidas alcoólicas
  • Não fumar
  • Praticar atividades físicas regulares

Prognóstico

Se diagnosticado precocemente, o paciente com câncer anal tem grande chance de cura.

Tumores do canal do ânus são mais frequentes no sexo feminino. Os que surgem nas bordas são mais comuns no homem.

CADASTRE-SE E RECEBA NOVIDADES no seu e-mail.

GRUPO ONCOCLíNICAS. SUA ViDA, NOSSA VIDA.